Você está Aqui: Início Vídeos Light 2008 Vídeos - Raikkönen Sakzenian teve dificuldades na Mirim da Copa São Paulo Light

Vídeos - Raikkönen Sakzenian teve dificuldades na Mirim da Copa São Paulo Light

E-mail Imprimir PDF

 

clique para ampliar
Raikkönen Sakzenian - Mirim
Foto:Claudio Reis

Problemas com motores e toques na prova prejudicaram o desempenho de Raikkönen Sakzenian (Agraupe/ Timbrasil Química/ Sakzenian Motorsport) na prova da categoria Mirim na oitava etapa da Copa São Paulo Light de Kart, disputada no ultimo sábado (4/10) no Kartódromo Aldeia da Serra.

 

No treino classificatório que definiu a ordem de largada dos pequenos micromonopostos na prova da categoria, Raikkönen conseguiu garantir a participação no trio do top qualify, que indicaria o pole position da Mirim. Confiante, partiu para a volta única lançada, mas o excesso de arrojo do pequeno piloto cobrou seu preço, com Sakzenian dando uma forte escapada da pista e o encerramento da flying lap em tempo inferior ao dos dois demais concorrentes à posição de honra. De qualquer sorte, estava garantida a terceira posição na grelha da Mirim para a corrida.

Todavia a equipe Sakzenian não estava satisfeita com o rendimento do propulsor sorteado e por solicitar pela segunda vez a substituição da unidade motriz – o motor já havia sido trocado após o warm-up -, Raikkönen teve de partir da ultima posição do grid na prova reservada à classe da categoria-escola.

Assim que autorizada a largada ficou claro que a nova troca de motor pouco mudou, já que Raikkönen não conseguiu acompanhar na longa reta do kartódromo o restante do pelotão, mantendo a ultima posição do pelotão. Todavia, ainda na volta inicial, Sakzenian conseguiu aproximar-se de Augusto Santillan e Yanni Oliveira - que lutavam pela sétima colocação -, partindo para o ataque sobre a dupla de concorrentes.

Ao aproximarem-se da Curva 3 do circuito de Aldeia da Serra, Raikkönen buscou a linha interna, “matando” a entrada da curva, para sair mais forte e tentar conquistar as posições, mas em sua trajetória estavam parados e atravessados os karts dos dois lideres da corrida, que haviam batido instantes antes. Para não atingir os bólidos acidentados, Raikkönen teve de frear forte, perdendo giros no já pouco potente propulsor de apenas 5,5hp e o contato com os bólidos de Santillan e Oliveira, embora “herdando” duas posições em razão do acidente de Luiz Branquinho e João Marques.

Na volta seguinte Raikkönen conseguiu superar Yanni Oliveira, assumindo a sexta colocação e ingressando na “briga” pelo quarto posto, com Santillan e Sergio Guimarães Fº, que seguiam imediatamente à frente do representante da Agraupe, TimBrasil Química e Sakzenian Motorsport. Mas, novamente, o pequeno piloto de Mogi-Guaçu teve seu desenvolvimento de prova prejudicado, já que Luiz Branquinho, no afã de recuperar rapidamente posições após o acidente em que se envolveu, atingiu com violência a traseira do kart de Raikkönen em uma tentativa de ultrapassagem atabalhoada. De conseqüência, Sakzenian caiu para a oitava posição, acossado por João Marques, ou outro envolvido no acidente com Branquinho.

Já bastante atrasado em relação ao grupo dianteiro, restava a Raikkönen apenas conter o ímpeto de Marques, o que efetivamente conseguiu, abrindo vantagem volta a volta. Ao final das quinze voltas regulamentares, Raikkönen Sakzenian (Agraupe/ TimBrasil Química/ Sakzenian Motorsport) concluiu a corrida na sétima posição final.

“Não tivemos hoje sorte com os motores e com os costumeiros toques que estão marcando a Mirim e a Cadete e isso acabou prejudicando o resultado final da corrida, mas isso tudo faz parte do aprendizado e serve apenas para forjar um piloto cada vez mais focado em conquistar seus objetivos. Embora seja o mais novo de todos e o ‘menorzinho’ da categoria, o Raikkönen faz jus ao nome, é rápido e só pensa em vencer”, esclareceu ao final do dia de provas seu avô e Chefe de Equipe, Fernando Sakzenian.

Mas essa prova já faz parte do passado e na próxima semana Raikkönen Sakzenian (Agraupe/ TimBrasil Química/ Sakzenian Motorsport) estará no Kartódromo Henrique Santillo, em Itumbiara (GO), para as disputas da Copa Brasil de Kart, certame oficial da Confederação Brasileira de Automobilismo, que será realizado entre os dias 21 e 25/10.

 

Saiba mais sobre o Raikkönen do Brasil

 

clique para ampliar
A casa da infância de Kimi Raikkönen
Foto:Arquivo

O atual campeão mundial de F1, o finlandês Kimi Raikkönen começou a pilotar aos três anos de idade, com motocicleta de cross, modalidade muito difundida na Finlândia. Filho de um tratorista que trabalhava na construção e reparo de estradas, Kimi morava em um pequeno bangalô de madeira que não contava com o “luxo” de banheiro interno, pelo que seu pai economizava para construir o apêndice interno. Após alguns anos de economia conseguiu juntar o dinheiro, mas com ele acabou comprando o primeiro kart de Raikönnen e o resto da história todo mundo conhece.

 

 

clique para ampliar
Raikkönens
Foto:Claudio Reis

Descendente de armênios, nascido na cidade de Mogi-Guaçu, no interior paulista, com seis anos de idade completados no ultimo mês de junho e nome em homenagem ao atual Campeão Mundial de F1, Raikkönen Sakzenian é a terceira geração de uma família que tem gasolina podium correndo nas veias, afinal é neto do ex-piloto de carros de turismo Fernando Sakzenian e filho de Patrick Sakzenian, que fez carreira no kart, Fórmula Alpie (foi campeão em 2002), Formula São Paulo e F-3. Seu tio Michel Sakzenian também competiu de kart entre 1987 e 1998, mas teve a carreira precocemente ceifada em decorrência de acidente de transito em 1999, que o levou para as pistas eternas.

 

Irmão do piloto Lucas Iesque da categoria Cadete e com essa veloz “genética” familiar incorporada, claro, “nosso” Raikkönen nasceu apaixonado por velocidade e logo começou a demonstrar interesse pelo esporte. Como sua cidade natal não conta com um kartódromo, para realizar os treinamentos de Lucas na extinta categoria Baby (kart Mirim, com carenagem integral e santo-antonio) a equipe familiar Sakzenian Motorsport improvisava em uma pista de kart indoor.

 

clique para ampliar
Raikkönen no Brasileiro - Mirim 0 Foto: Claudio Reis
Foto:

Raikkönen, então com dois anos e nove meses de idade, acompanhava atentamente esses treinos e sempre pedia para sentar no kart do irmão e, com uma chorada aqui, outra chorada ali, conseguiu convencer seu pai a deixar da uma voltinha na “barata”. Para surpresa geral, saiu acelerando forte e em pouco tempo estava fazendo suas voltas em tempos próximos aos de Lucas. Nascia ali mais um piloto nessa veloz estirpe.

 

As “voltinhas” se tornaram mais constantes e com quatro anos e meio Raikkönen começou a treinar “sério”, para fazer sua primeira corrida no inicio de 2008 em um certame amador no Kartódromo de Atibaia.  Como seu “xará” da F1, Raikkönen fez a pole e venceu em sua estréia. Ao final do semestre já tinha garantido o titulo de Campeão do primeiro turno da Copa Atibaia de Kart e idade mínima para ser piloto oficial de kart.

 

clique para ampliar
Raikkönen no GP Brasil
Foto:Claudio Reis

Filiado à CBA- Confederação Brasileira de Automobilismo, Raikkönen Sakzenian fez sua estréia em certame oficiais logo no principal certame da modalidade no Brasil, o Campeonato Brasileiro de Kart, disputado no Kartódromo de Eusébio (CE) no inicio do mês de julho. No primeiro dia de treinos da categoria Mirim – reservada aos piloto com idade entre seis e oito ano - Sakzenian fez o quinto melhor tempo, mas uma capotagem no dia seguinte comprometeu seu desempenho nas provas e no resultado final do certame.

 

No final de agosto foi a vez do II GP Brasil de Kart (em Itu/SP), outro certame oficial da Confederação Brasileira de Automobilismo. Raikkönen foi terceiro no primeiro treino livre, segundo no segundo treino livre, repetindo o posicionamento ao final do ultimo treino livre da Mirim, deixando impresso seu cartão de visitas de velocista nato. Sakzenian encerrou o certame no pódio, com a quinta colocação final. No Campeonato Paulista de Kart, Raikkönen ocupa a terceira colocação na tabela de pontos.

O sonho imediato de Raikkönen Sakzenian é conseguir ir aos treinos do GP Brasil de F1 em Interlagos e conhecer pessoalmente seu ídolo, o finlandês Kimi Raikkönen. Quer pedir um autógrafo e “conversar sobre automobilismo” com o piloto da equipe Ferrari.

 

Confira o resultado da Mirim na oitava etapa da Copa São Paulo Light de Kart:

  1. 1.- Caíque Valli, com 15 voltas em 13m31s043
  2. 2.- Gregory Diegues, a 7s365
  3. 3.- Luiz Branquinho, a 7s411
  4. 4.- Augusto Santillan, a 14s745
  5. 5.- Sérgio Guimarães Fº, a 21s815
  6. 6.- Yanni Oliveira, a 22s664
  7. 7.- Raikkönen Sakzenian (Agraupe/ Timbrasil Química/ Sakzenian Motorsport), a 23s595
  8. 8.- João Marques, a 27s150
  9. 9.- Lucas Silva, a 6 voltas

Pole: Luiz Branquinho, com 1m03s466

Melhor volta: Luiz Branquinho, com 52s618

Última atualização ( Dom, 16 de Maio de 2010 14:00 )  

Anúncios

Banner